sábado, 25 de outubro de 2008

'Na saúde e na doença, na alegria e na tristeza'

Gostaria de ouvir a diretoria e o departamento de futebol do Coritiba após a vexatória derrota para o Flamengo. Até agora não encontrei nenhuma declaração sobre o assunto.

Aparecer só na hora da vitória não basta. Um clube convive com as derrotas também, faz parte do jogo. E nas derrotas o torcedor também precisa saber o que fazer, que caminho seguir.

A torcida quer saber o que aconteceu e como será daqui pra frente o futebol do Coritiba. Não se pode passar por cinco a zero, com onze contra onze e tudo parecer normal. Não no Alto da Glória! Pode ser normal na Baixada.

Mas o silêncio vem...

E este silêncio terá um alto custo, mais cedo ou mais tarde, pois a torcida irá cobrar.

(Foto: Franci Strümpfer)

Problemas financeiros no Alto da Glória?

A situação financeira do Coritiba não está equilibrada. Pelo menos é o que diz o principal jogador do elenco coritibano, o centroavante Keirrison, artilheiro do Clube na temporada.

No desembarque do elenco alviverde em Curitiba nesta sexta-feira, que retornava do Rio de Janeiro, o jogador falou à imprensa. O jornalista Rodrigo Sell publicou matéria com algumas declarações de K9, entre as quais ele afirma que o Verdão passa por um momento complicado em suas finanças. “As coisas estão acontecendo e estamos vendo o melhor para o clube. Estou pensando no Coxa, que passa por uma situação complicada financeiramente, e estou procurando ajudar de todas as formas. Estamos tentando fazer uma parceria com a Traffic para que a gente ajude o clube”, disse Keirrison.


Durante estes quase onze meses de gestão, o assunto vinha sendo tratado como se as contas estivessem equilibradas. Agora, K9 diz que agora o Coxa passa por uma situação complicada financeiramente.

Com a palavra, o Conselho Fiscal do Clube: como andam as nossas finanças?


(Foto: Steve Woods)