segunda-feira, 13 de abril de 2009

Blog tem novo endereço

Os leitores agora podem conferir minhas opiniões no blog da Torcida do Coritiba no portal Globo.com, no Globo Esporte.

Para saber mais, visite http://colunas.globoesporte.com/luizcarlos/ e seja bem-vindo!

Saudações Alviverdes!

Luiz Carlos Betenheuser Júnior

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Blog muda de endereço

Agradeço aos leitores que acompanharam durante alguns meses o blog 'A Torcida que nunca abandona' neste endereço.

A partir deste dia 17 de janeiro, o blog será hospedado no site COXAnautas, por onde passei vários anos de minha vida e onde volto agora, para assumir uma nova função, um novo formato.

COXAnautas e blog 'A Torcida que nunca abandona' tem linhas editoriais independentes, que podem ou não ser similares por vezes. É bom deixar isto bem claro. O site procura ter um padrão informativo; já o blog, é opinativo por si só.

Aos leitores que puderem dar seu prestígio e seu tempo para conferir o blog, meus sinceros agradecimentos.

Agora, visite www.coxanautas.com.br e confira o blog.

(Foto: Steve Woods)

domingo, 16 de novembro de 2008

Derrota no sul

O Coritiba foi até o Rio Grande do Sul enfrentar o Grêmio e perdeu por 2x1, com Ariel fazendo o gol coritibano. Com o resultado, o Verdão terminou a rodada no 8º lugar, com 50 pontos. Na próxima rodada, o Alviverde enfrenta o Santos, neste fim de semana, no Alto da Glória.

O jogo começou melhor para o time gaúcho, que logo aos 3 minutos levou certo perigo para a meta defendida por Vanderlei, que fez boa defesa e evitou o lance ofensivo. O Cori jogava marcando no seu campo de defesa, esperando a roubada de bola para contra-golpear.

Na bola parada, aos 7, escanteio bem cobrado por Marlos, que acertou a bola na cabeça de Tamandaré. O lateral-direito cabeceou com estilo, mas a bola subiu um pouco, passando por cima da meta tricolor.

O Grêmio buscava o jogo pelos lados do campo e logo após dez minutos de jogo, o ex-Coritiba, o centroavante Marcel recebeu uma boa bola na grande área, mas bateu muito fraco, facilitando o trabalho de Vanderlei.

Em termos ofensivos, o Coxa dependia basicamente das jogadas com Marlos, Hugo e Keirrison. E foi ele quem arrematou bem a bola, para uma ótima defesa do goleiro do time porto alegrense, aos 22.

Poucos minutos depois, o Cori perderia uma boa alternativa para fazer o gol, quando K9 arrematou errado na conclusão. Na reposição de bola, o lance chegou aos pés de Tcheco. O meio-campista bateu errado, a bola desviou em Rodrigo Mancha e tirou o goleiro coritibano da jogada, indo parar no fundo das redes, num lance em que o imponderável do futebol ajudou os gaúchos.

Com a marcação do gol, o time do Rio Grande passou a forçar mais o jogo e levou perigo para o Cori, em outro lance com o avante Marcel, que obrigou o camisa 1 do Coritiba a aparecer bem no jogo, para evitar o gol do Grêmio.

O time Coxa-Branca ainda levou perigo para o gol gremista numa batida forte de Marlos, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.

No primeiro tempo, uma partida equilibrada, com o Coritiba mostrando força e vontade - algo que faltara em jogos anteriores -, mas não concluiu bem por duas vezes, com Keirrison e uma com Marlos. Num lance lance isolado, o Grêmio fez o seu gol e se garantiu na vantagem no primeiro tempo.


Para o segundo tempo, Dorival não mexeu no time coritibano. A mesma decisão foi optada por Celso Roth, que não mexeu no time do Grêmio. O Verdão entrou mais ofensivo para o tempo final. Logo nos primeiros minutos, o Cori mostrou serviço: pela direita do ataque, Keirrison se livra do marcador e passa para Hugo, que é interceptado na hora do arremata, que poderia levar perigo ao time gremista.

O jogo ganhou em mobilidade, com ambos os times atuando mais ofensivamente, com velocidade. A partida se mostrava mais equilibrada e Dorival optou por mexer no time, trocando Keirrison e Leandro Donizete por Ariel e Carlinhos Paraíba. Minutos depois, foi a vez do time da casa mudar: André Luis entrou no lugar de Reinaldo e Morales entrou no lugar de Marcel.

O time Verde e Branco tentava sair para o jogo, mas a marcação gaúcha era muito forte, não permitindo muitos espaços para o time Coxa arrematar contra o gol tricolor.

Para ganhar mais velocidade em campo, DJ tira Hugo para a entrada do atacante Jaílson, esperando arrumar mais espaço pelos lados do campo. Pelo lado gaúcho, o time tricolor forçava a marcação no campo ofensivo, buscando a roubada de bola.

Apesar do equilíbrio em campo, o Grêmio chegaria ao seu segundo gol depois de um lance de grande área, quando Alê ainda tentou evitar o gol, depois de um cruzamento, e acabou marcando contra.

Para fortalecer o setor de marcação, os gaúchos fizeram sua terceira substituição - Rafael Carioca foi substituído por Adílson - e ganharam de orientação de seu treinador a ordem de marcar Marlos, o melhor jogador do Coxa dentro do gramado.

Com a marcação sobre o jogador de maior habilidade, o Coritiba perdeu espaços, para logo depois, Tamandaré perder a cabeça. Num lance mais ríspido, envolvendo o meia Tcheco, o lateral-direito deu uma cotovelada ao revidar uma jogada mais forte do gremista e acabou sendo expulso pelo árbitro.

Após perder um jogador, o Coritiba perdeu força e se obrigou a se fechar mais no setor defensivo, cedendo mais espaços para os tricolores. A medida fez com que o Alviverde paranaense fosse mais pressionado pelo time da casa, que passava a tocar mais a bola e deixar o tempo passar, buscando espaços em lances isolados.

O Verdão chegou ao seu gol aos 45, depois de um chute forte e cruzado de Jaílson, que atacava pela direita. A bola bateu no gramado e o goleiro gremista soltou a bola o argentino Ariel, na raça, se atirou de carrinho para marcar o gol do Coxa, num lance com alguma similaridade com aquele gol marcado no AtleTiba.

Nesta partida em Porto Alegre, o Coritiba mostrou raça, mostrou determinação, apesar da limitação técnica do elenco. O Grêmio chegou à vitória de 2x1 em lances isolados, mas liquidou o jogo, sendo um time mais organizado e compacto e articulados nos setores do campo.

A limitação do elenco coritibano ficou clara contra um time que disputa o título. Faltou elenco com qualidade para encarar de igual para igual, deixando à mostra que é necessário reforçar - e bastante - o time Coxa para a temporada de 2009, na qual a conquista de um título nacional ou internacional será muito cobrado.

sábado, 15 de novembro de 2008

A volta do 'Perguntar não ofende'

Não vou perguntar sobre o direito de voto dos sócios, muito menos da prestação de contas do terceiro trimestre. Também não perguntarei sobre a oficialização dos consulados, sobre a reunião entre diretoria e torcidas pra debater o novo estádio. E não perguntarei sobre a reforma estatutária.

Perguntarei só sobre a B-O-L-A.

E a renovação de contrato com Ricardinho, a quantas anda?

Em 2009, Vanderlei será inscrito com a camisa 1 ou com a camisa 12?

E Ariel, ainda não se adaptou ao futebol brasileiro? Qual é a previsão de tempo para esta adaptação?

E os seis jogadores do time de Juniores que subirão para o time principal? Terão férias? Lembro bem da subida do Henrique. Se não fosse o Dr. Raul - fisiologista do Clube - ter feito um ótimo trabalho, Henrique poderia ter sido queimado.

Quem fica e quem vai embora do atual elenco?

A quantas anda o Dinélson? Ele joga alguma partida este ano?

Do time que inicia o jogo em Porto Alegre, quantos titulares foram contratados nesta temporada? Qual a avaliação dos que foram contratados nesta temporada e ficam no banco. Ou, pior, nem no banco ficam?

Para 2009, podemos esperar que a promessa diretiva de "Por fim, vamos implantar o CONCEITO VENCER no futebol do clube" seja praticada no último ano de mandato da diretoria eleita?

Para 2009, podemos esperar que a frase "Com isso, a taxa de acerto razoável acredito que deverá ser em torno de 90%" - das propostas de Jair Cirino e Tico Fontoura - ou este índice mudará?

Para 2009, Tico Fontoura colaborará na montagem do elenco, atuando também no futebol do Clube, como foi prometido durante a campanha eleitoral?

Renatinh será incorporado ao grupo principal já para as disputas do Campeonato Paranaense? Mesmo com um ano de atraso, já que a promessa foi feita para 2008?

Os contratos dos jogadores do Juniores, que subirão para o time principal, findam quando? E qual o percentual dos direitos econômicos destes atletas cabem ao Coritiba? Quem são os empresários destes atletas?

Quanto (em reais) será utilizado nas categorias de base do Clube para o ano de 2009?

Quanto (em reais) está previsto na proposta orçamentária de 2009 - aquela que deve ser apresentada, votada e deliberada pelos senhores conselheiros ainda este mês - para o futebol profissional do Coritiba?

Quem sabatinará os contratados pelo departamento de futebol para a temporada 2009?

(Foto: Bensik Imeri)

Novo Couto: reunião semana que vem

Na próxima semana deve ocorrer uma reunião entre integrantes da comissão feita pelo Coritiba para debater o novo estádio que o Clube pretende construir em parceria com a construtora paulista W Torre e representantes da prefeitura de Curitiba.

O encontro está previamente agendado com a URBS, empresa responsável pelo gerenciamento do sistema de transporte coletivo e de trânsito da cidade. Entre os representantes do Verdão deverá estar Marcos Hauer, vice-presidente do Coxa e presidente da comissão responsável pelos estudos do novo Couto Pereira.