quarta-feira, 17 de setembro de 2008

A seguir: a prestação de contas

Agora é oficial: dia 18 de setembro, a diretoria Coxa entrega a Mesa do Conselho Deliberativo do Clube a prestação de contas do primeiro semestre 2008. A informação foi prestada em correspondência do presidente Cirino.

Segundo o estatuto do Clube, o qual não vinha sendo cumprido em seu Art. 77, estabelece que
"O Conselho Deliberativo reunir-se-á, ordinariamente, por convocação do seu presidente:

(...)

V - de 3 (três) em 3 (três) meses para:

a) tomar conhecimento das contas e atividades administrativas do Clube, com parecer do Conselho Fiscal e exposta pelo presidente do Conselho Administrativo, ou seu substituto legal em exercício".


Pois bem, agora vai! Em setembro deve ocorrer a reunião para prestar contas não do segundo trimestre, e sim, do primeiro e do segunto trimestres, conforme informou o presidente do Clube, Sr. Jair Cirino, em correspondência datada de 1º de setembro, encaminhada ao presidente do Conselho Deliberativo, Sr. Tico Fontoura.

Na correspondência, Cirino alega que o atraso no encaminhamento da prestação de contas se deve a "demora por parte do escritório responsávl pela contabilidade do Clube na gestão passada (NE: ou seja, de Giovani Gionédis presidente), para entregar o balanço financeiro do último trimestre do exercício que findou".

Segundo Cirino, a atual gestão "não tem economizado esforços para batalha em prol de uma gestão profissional, eficaz e transparente, o que fez com que se fosse reformulado em sua totalidade o departamento financeiro e contábil do Clube, para que nunca mais ocorram problemas inadimissíveis como estes".

Independente de qualquer tipo de atraso, as reuniões teriam que ser feitas. É o que diz o estatuto.


Agora, perguntar não ofende:

1.) O Clube tomará alguma medida contra o escritório de contabilidade que atrasou a remessa documental?
2.) Com esta reformulação organizacional, as contas do terceiro trimestre (que se encerra em 13 dias) serão entregues quando?
3.) Por que, mesmo com o atraso da entrega documental do último trimestre de 2007, houve reunião em 31 de março deste ano, conforme noticiou o site oficial do Clube, cuja pauta era "apreciar e deliberar o Balanço de 2007 e o respectivo parecer da Auditoria"? Vale o destaque que esta auditoria independente foi contratada pela gestão Cirino/Tico.

Agora, transcrevo na íntegra matéria do site COXAnautas, do dia 31 de março:


Balanço Financeiro 2007 é aprovado pelo Conselho

Balanço financeiro da gestão passada foi aprovado por unanimidade

Em reunião realizada durante a noite desta segunda-feira, 31, o Conselho Deliberativo do Coritiba se reuniu para apreciar o balanço financeiro 2007 e apreciar relatório da auditoria contratada para avaliar as contas do Clube.

As contas do Coxa foram aprovadas por unanimidade dos votos dos conselheiros coritibanos.

A auditoria independente, contratada pela atual gestão, emitiu parecer pela aprovação das contas, mas ressaltou que o valor total da receita poderia alterar devido à Timemania, que ainda não tinha relatórios consolidados pela Receita Federal, o que alterará a composição das dívidas consolidadas (para mais ou para menos).


Agora, eu fiquei em dúvida: mas se receberam as contas do último trimestre/2007 em atraso (atraso de quantos dias eu não sei!), como é que votaram e aprovaram as contas - das quais, suponho, faziam parte o último trimestre do ano passado -, e aprovaram por unanimidade? Ninguém alertou à época que as contas tinham sido encaminhadas em atraso pelo escritório contratado pelo ex-presidente Giovani Gionédis? Esta, eu não entendi. Se alguém souber o motivo e puder explicar, eu agradeço.

(Foto: Martin Boulanger)

O caso "Douglas Silva"

Matéria assinada pelo jornalista Carlos Eduardo Vicelli trata Douglas Silva. O jornalista trouxe mais detalhes da contusão sofrida por Douglas Silva.

Segundo a matéria, a contusão do jogador canhoto ocorreu ainda nas disputas da Série B de 2007, tendo o jogador atuado pelo Paranaense deste ano contundido. "Douglas Silva está impedido de fazer o que mais gosta há mais de 100 dias. Desde a derrota por 2 a 1 para o Botafogo, no Rio de Janeiro, ainda no primeiro turno do Brasileiro, que o meio-campista não consegue jogar bola. Culpa de uma inflamação do púbis, contusão que começou a incomodar durante a campanha do título da Série B, no ano passado, e se agravou após a seqüência de jogos do Campeonato Paranaense, no primeiro semestre".


Agora, com as cartas na mesa sobre a situação de DJ, resta saber: a atual comissão técnica e departamento de futebol não sabiam da contusão do atleta, ainda em 2007? Ele jogou contundido deliberadamente, com a ciência destes profissionais? Quem bancou a decisão: 'DS joga!'?

Futebol é muito sério para ser administrado assim, com jogador atuando machucado. Prejudica não só o atleta, mas principalmente a equipe, inclusive na sua imagem, não só no rendimento. O torcedor acaba não entendendo a queda de produção do atleta e a crítica vem e vem e vem...

É incompreensível - em se tratando de um esporte altamente competitivo e profissional - que se mantenha um jogador no time titular sem plenas condições de jogo, treinando, viajando e atuando durante vários jogos. Agora, passados cem dias - isto mesmo, cem! -, a verdade vem à tona. E o prejudicado? Claro, o Clube: pagou por um profissional que não trabalhou - e se fosse tratado antes, a contusão teria se agravado? -, perdeu rendimento coletivo em campo, criou inúmeras dúvidas desnecessárias em seus torcedores.

(Foto: Sophie)

Mais problemas para o DM

Plantão no DM Coxa: Bilu e Jadilson estão contundidos; Alê passa por revisão médica hoje.

As notícias não são muito animadoras para os dois recém-contratados pelo Coritiba, Bilu e Jadilson. Ambos, ainda não estrearam pelo Cori e ficarão mais algumas semanas de 'molho', em tratamento médico. Em matéria assinada pelo jornalista Carlos Eduardo Carvalho, dos COXAnautas, o médico do Coritiba, Dr. Braulio Moreira Júnior, afirmou que "os dois jogadores se machucaram no treino da última sexta-feira e estão fora dos trabalhos com bola por pelo menos duas semanas.

O volante Bilu sofreu uma lesão na coxa direita e, de acordo com o resultado da ressonância magnética, deve ficar afastado por três semanas. Já o atacante Jaílson teve problemas na panturrilha direita e deve ficar fora por duas semanas".


(Foto: Steve Woods)