terça-feira, 2 de setembro de 2008

Os guerreiros voltarão ao Alto da Glória no sábado

O fiel Coxa-Branca Álvaro Maestrelli levou os amigos e a família ao Couto Pereira para apoiar o time de coração na partida contra o São Paulo, ocorrida dia 24 de agosto.

Neste sábado, Álvaro voltará à campo, com os guerreiros coritibanos. Ele e os amigos estarão no Couto para apoiar o Coritiba na partida contra o Botafogo. É a torcida que nunca abandona fazendo a sua parte. E ele não será o único. Serão mais de 30 mil fiéis torcedores alviverdes fazendo o Alto da Glória tremer!






Marcel lança site

O centroavante Marcel (foto), maior artilheiro do Coritiba num único Campeonato Brasileiro (21 gols, em 2004), agora no Grêmio de Porto Alegre, lançou um site para divulgação de sua carreira.

Para quem quiser conferir um pouco do trabalho deste jogador, visite o endereço www.marcelortolan.com

Faço questão de divulgar o trabalho de Marcel, mesmo com ele jogando num adversário no futebol brasileiro. Em 2001, ainda bem jovem, Marcel participou de uma ação relacionada ao Terceiro Setor, quando visitou uma creche que atendia crianças vitimadas pelo vírus HIV, que precisavam de cuidados especiais.

Marcel demonstrou solidariedade e carinho com as crianças. Demonstrou sinceramente carinho.

A divulgação de seu trabalho é uma forma de retribuir o bem que ele fez, passando algumas horas de uma manhã de sábado com uma galerinha tão carente de carinho e sorrisos nesta vida.

(Foto: Luís Viegas, de Portugal)

Mais dois reforços para Dorival

Por Rogério Scarione

O técnico Dorival Junior ganhou nesta semana mais dois reforços para a seqüência do campeonato e ajudar na conquista da vaga para a Libertadores. São os meias Bilu e Dinélson.

Bilu, de 33 anos, está há dois meses recuperando a forma física, no CT da Graciosa. O ultimo clube do experiente meia foi o Atlético-MG, onde ficou por duas temporadas, vindo do Figueirense, onde o jogador mais se destacou.

Já Dinélson é mais conhecido da torcida paranaense. O habilidoso meia, de 22 anos, foi revelado pelo Guarani-SP e vendido ao Corinthians ainda muito jovem, disputou a Copa Libertadores do ano passado pelo P. Clube e em seguida retornou ao Corinthians, clube que estava antes de vir para o Coritiba.

Ambos os jogadores não atuam desde o ano passado, devido a contusões, e esperam reencontrar o bom futebol aqui no Verdão.

Outro grande “reforço” do Coritiba é a permanência do atacante Keirrison, um dos destaques do Brasileirão, que com o fechando da janela de transferências ficará no Cori até, pelo menos, o término do ano, como assina o jornalista Robson de Lazzari em matéria a um jornal da capital.

Clima de decisão

Clima de decisão

O Coritiba arrancou um bom resultado em Minas Gerais, no empate em 1x1 contra o Cruzeiro. O time mineiro pouco jogou, aproveitou um lance no início da partida e saiu em vantagem. No primeiro tempo, o Cori pouco jogou ofensivamente. Já no tempo final, Dorival mexeu no posicionamento do time e o Verdão melhorou ofensivamente, apesar de pecar na conclusão. Depois de Vanderlei salvar o Coxa, defendendo um pênalti, aos 44, o Coritiba arrancou o empate, com um gol chorado de Thiago Silvy. Faltou capacidade técnica para concluir com sucesso a gol, assim como um vacilo defensivo. E, nos momentos decisivos, é a diferença fatal. E Ariel não jogou. Sei lá quando irá jogar...

No oitavo lugar da competição, o Alviverde precisa vencer o Botafogo em casa, sábado à tarde, no Alto da Glória. É um confronto direto pelo G4 - e até aqui, o Coritiba não venceu nestes confrontos - e o Verdão precisa vencer. Pra vencer, precisa jogar pra vencer, buscando o gol durante todo o jogo.

O time carioca vem subindo na competição - apesar de um empate em casa, contra o Náutico -, conta com um treinador que tem alcançado um bom trabalho no Rio de Janeiro e que conhece o futebol Coxa-Branca, pois perdeu um título regional esta temporada para o Coritiba, quando treinava o time da Baixada.

Agora, é vencer ou vencer. Sem desculpas. Jogando bem ou mal, é vencer ou vencer.

Coritiba, a torcida que nunca abandona.