domingo, 24 de agosto de 2008

Fotos do jogo no Alto da Glória

O fotógrafo Marcello Schiavon, colaborador do blog A torcida que nunca abandona, registrou alguns dos principais momentos da partida Coritiba x São Paulo, no Alto da Glória, tanto dentro, como fora do gramado.

Confira as fotos:











Um empate no Alto da Glória

Num jogo equilibrado dentro, o Coritiba saiu por duas vezes na frente do São Paulo, mas a zaga vacilou o o time paulista chegou ao empate em 2x2, no Alto da Glória. Que fique registrado a má atuação do árbitro Marcelo de Lima Henrique(FIFA). O apitador carioca não marcou uma penalidade máxima clara aos 45 do primeiro tempo, quando o jogador do time tricolor cortou a bola com a mão dentro da área, mas o árbitro mandou o jogo seguir. Entre um e outro erro que parava o jogo, o homem de preto conseguiu irritar o time Coxa-Branca, com a não marcação do jogo viril - por vezes violento nas divididas - do São Paulo.

Entretanto, dentro de campo, o jogo foi caracterizado por momentos muito claros: até os vinte do primeiro tempo, um Coritiba jogando forte, buscando o gol, que saiu depois de uma boa roubada de bola de Rodrigo Heffner - que pouco apareceu na partida. O camisa 2 do Verdão antecipou bem o lance no campo de defesa, foi ao ataque e conscientemente bateu bem na bola, que passou por Keirrison mas não por Ricardinho. O chute forte do lateral Coxa-Branca parou no fundo das redes tricolores, para o delírio de 90% dos torcedores presentes no Couto.

Com a desvantagem, o São Paulo se postou melhor no ataque e passou a dominar o Cori. E foi assim, até os 43. Num cruzamento da direita da defesa coritibana, o jogador paulista subiu livre para empatar - erro de posicionamento da zaga alviverde.

Logo depois do gol de empate, o Coxa teve um pênalti ao seu favor, aos 45, mas o árbitro errou e não assinalou o toque de bola na grande área, depois de um arremate forte do capitão Maurício. O time Coxa-Branca reclamou, mas o árbitro não assinalou a infração. Na reta da Mauá, um torcedor mais exaltado errou em atirar um copo de bebida ao campo do jogo. Não deu outra: o apitador Marcelo de Lima Henrique levou o copo vazio para o quarto árbitro.

Ao final do jogo, Paulo Jamelli, gerente de futebol do Verdão, confirmou que o torcedor foi identificado e encaminhado para a polícia civil, onde foi registrado o boletim de ocorrência (uma forma do Coxa se resguardar de uma possível punição nos tribunais pela atitude impensada de um entre mais de 32 mil torcedores que estavam no estádio).

Para o segundo tempo, o Coritiba mostrou um futebol mais equilibrado entre defesa e ataque. O time Verde e Branco foi logo ao ataque e depois de um lateral cobrado na direita do ataque Coxa-Branca, Keirrison entrou livre e tocou por cobertura, na saída do desesperado goleiro são paulino: Coxa 2x1, para fazer o Alto da Glória tremer com a festa da torcida do Verdão.

Nem bem os torcedores comemoravam e no contra-ataque seguinte, o time visitante empatou, em novo vacilo defensivo: cruzamento quase na pequena área e o atacante tricolor fez o segundo, empatando novamente o jogo, aos 8 do segundo tempo.

O time do São Paulo veio mais ofensivo e o treinador interino, Ivan Rizzo - Dorival está punido pelo STJD e não pode comandar o Coritiba - mexeu no time: Guaru e Hugo entram no jogo, no lugar de Carlinhos Paraíba - que não brilhou novamente, apesar de mostrar muita luta - e de João Henrique.

Com vinte e poucos minutos de jogo, o Cori marcava na defesa e buscava o contragolpe, especialmente pela esquerda, com Ricardinho - bem na partida - e Marlos. Já o tricolor, trocava bons passes e buscava o jogo aéreo, aproveitando a entrada de Aloísio - apagado na partida - e a velocidade pelos lados do campo - com Dagoberto, que continua o mesmo: tentando jogar caído no gramado.

Nos momentos finais, o time do São Paulo tentava os lances cruzados e numa bela batida de falta, Vanderlei evitou o gol, numa bola que estava entrando no ângulo direito alto. Keirrison teve a oportunidade de chegar ao gol paulista, depois de uma boa troca de passes em velocidade. O camisa 9 se livrou do zagueiro e bateu com estilo, mas a bola desviou na zaga e saiu. Placar final, 2x2, merecido pelo desempenho dos dois times, apesar do erro grotesco do árbitro que não assinalou uma penalidade máxima para o Alviverde do Alto da Glória.

Com os resultados da rodada, o Coritiba totaliza 36 pontos, ocupando a 8ª colocação e agora sai para enfrentar o Cruzeiro, no Mineirão, no próximo fim de semana.

Apesar da bonita festa feita na entrada do Coritiba em campo, a torcida não cantou o suficiente, parecendo sentir a pressão da necessidade de vencer um confronto direto em casa.