sábado, 26 de julho de 2008

Beleza Coxa

Pra terminar a semana em alto astral, uma homenagem às mulheres coritibanas.

As jovens Suellen Karoline Ferreira - à direita -, 17 anos, e Vanessa Vernier - à esquerda -, 20, posaram para uma sessão de fotos que serão publicadas no site COXAnautas durante a próxima semana.

Sugiro a leitura das matérias que irão ao ar: as fotos são show de bola! Nota 10 para a torcida do Coritiba. Obrigado a Vanessa e a Suellen por divulgar o amor pelo Coxa para o mundo.

O que mudou?


O Coritiba venceu fora de casa. Enfim, na 15ª rodada, o Coritiba venceu fora de casa. Pouco, pra quem quer chegar na Libertadores de 2009 - promessa diretiva.

Lógico que a vitória é importantíssima e, mais do que isto, merece ser comemorada e bastante comemorada. Não é porque critico e cobro pelas promessas não cumpridas que torço contra. Só critico por achar necessário avisar que podemos melhorar. Mais: precisamos melhorar. Sempre.

Acompanhei os comentários do jogo Náutico 1x2 Coritiba pelas rádios Banda B, Transamérica, Globo/CBN e Difusora. Por elas, posso ter uma base. O jogo foi fraco tecnicamente. E o adversário - que não vencia a quatro jogos - tem jogadores fracos, como é o caso de Piauí, que foi recentemente dispensado do time da Baixada.


Mudou a posição do Coxa na tabela - o time Verde e Branco subiu e subiu bem, ocupando agora a 7ª colocação - e agora tem uns dias de calmaria para pensar e armar um forte time para encarar o Grêmio, que será bem mais forte do que foram Ipatinga e Náutico.

O Coxa venceu - mas pelo que dizem os radialistas, sem convencer e muito menos empolgar - e isto é um bom sinal. Só que a vitória não pode causar amnésia seletiva. Na quinta-feira, parada complicada contra o Grêmio.

E os reforços precisam chegar ao Alto da Glória, para termos um time competitivo o suficiente para ficar entre os quatro primeiros do Brasileirão. Pelo que jogou até aqui, o Coxa não tem este time. Infelizmente.

Império inovará outra vez


No jogo contra o Grêmio, no próximo dia 31, a torcida Império Alviverde trará novidades para os torcedores coritibanos.

A diretoria da organizada contratou uma empresa especializada em espetáculos noturnos para trazer mais cores ao Alto da Glória no jogo contra o tricolor gaúcho. "A idéia é inovar nos estádios paranaenses. Como sempre, é a torcida do Coritiba quem sai na frente. Os torcedores podem esperar por um show de cores nos céus do Alto da Glória neste jogo contra o time gaúcho", explica o presidente da torcida.

"Leve os filhos, netos e sobrinhos para o Couto. A piazada irá se divertir e conhecer bem de perto a força da torcida do Coritiba. O show nas arquibancadas está só começando", conta Luiz Fernando Papagaio, o presidente da Império.

Keirrison marca no final e Coxa dá um bico no tabu


O Coritiba - enfim! - venceu fora de seus domínios, ao fazer 2x1 no Náutico, no Estádio dos Aflitos, com gols de Guaru (aos 41 do primeiro tempo) e Keirrison, no fim da partida, aos 41 do segundo tempo. A partida foi considerada de baixo nível técnico, com o mau estado do gramado prejudicando o toque de bola de ambos os times. Com o placar, o Cori subiu bastante na classificação, ocupando agora a 7ª posição na tabela. No próximo dia 31, o Verdão encara o Grêmio de Porto Alegre, em jogo para 30 mil coritibanos apoiarem o time do coração.

O Coritiba iniciou o jogo com uma formação diferente no sistema defensivo, com dois atletas canhotos em campo - Felipe e Nenê. No meio de campo, outra surpresa: Guaru ganhou a titularidade, ao lado de Alê, que atuou como primeiro volante. João Henrique e Carlinhos Paraíba fecharam o meio de campo.

No primeiro tempo, movimentação ofensiva do lado alviverde na base do contra-ataque - o Coxa tinha apenas Hugo no ataque -, com o time nordestino atacando especialmente nos lances de bola parada.

O Timbu mostrou perigo por volta dos trinta minutos de jogo, quando acertou um chute na trave, levando perigo ao gol defendido por Édson Bastos.

O Verdão só apareceu no ataque aos 40 minutos de jogo, com Hugo, que perdeu uma boa oportunidade para marcar o primeiro gol da partida. Um minuto depois, Hugo fez a assistência para Guaru acertar um bonito chute de média distância, fazendo 1x0.


Com a vantagem no placar, DJ manteve o esquema tático para o segundo tempo. Já o time de Recife mudou, com a entrada do meio-campista Geraldo (ex-Coritiba) no lugar de Onildo, um dos zagueiros .

A mexida deu certo e o Náutico mostrou mais força ofensiva, segurando o Verdão no campo de defesa, tanto que aos 6, o time local fez o gol de empate, chutando forte.

O Timbu continuava ditando o ritmo do jogo, estando mais presente no setor ofensivo. O Coxa marcava forte para evitar os avanços do Náutico.

Vendo a melhoria do adversário, Dorival Jr. mexeu no Cori, colocando Rubens Cardoso no lugar de Ricardinho.

O time de Recife teve uma boa oportunidade para marcar, num cruzamento que chegou na medida para o atacante finalizar a gol, mas a bola subiu muito.

Aos 32 e aos 34 do tempo final, DJ mexeu novamente no Verdão, trocando Guaru por Henrique Dias e João Henrique por Keirrison. E foi esta dupla de atacantes quem decidiu o jogo, quebrou o tabu do Coxa nunca ter vencido o Náutico em Recife. Aos 41, HD avança em velocidade e cruza na medida para K9 fuzilar para o gol, fazendo 2x1 e decretando a vitória Coxa-Branca fora de seus domínios.

Depois do apito final, os atletas coritibanos foram saudar os torcedores que seguiram viagem até a capital de Pernambuco e os coritibanos que residem em Pernambuco que comemoravam a vitória do Coxa nas arquibancadas do estádio.

'Faltou testosterona'


Pois é, a tirada do treinador do time da Baixada, o Roberto Fernandes, após mais uma derrota - 1xo para o Sport Recife - entrou para a história do folclórico futebol brasileiro.

Perguntado dos motivos de mais uma derrota, ele foi claro, curto e direto: "Faltou testosterona aos jogadores".

Deixando um pouco a bola de lado, vamos falar sobre biologia:


Da Wikipedia:

Testosterona é um hormônio esteróide produzido, tanto nos Homens quanto nas Mulheres, pelos testículos (os quais também produzem espermatozóides e uma série de outros hormônios que controlam o desenvolvimento normal e funcionamento), nos indivíduos do sexo feminino, pelos ovários, e, em pequena quantidade em ambos, também pelas glândulas supra-renais. Vale ressaltar que a síntese da testosterona é estimulada pela ação do LH (hormônio luteinizante), que por sua vez é produzido pela pituitária anterior (adenohipófise ou simplesmente hipófise).

A testosterona é responsável pelo desenvolvimento e manutenção das características masculinas normais, sendo também importante para a função sexual normal e o desempenho sexual. Apesar de ser encontrada em ambos os sexos, em média, o organismo de um adulto do sexo masculino produz cerca de vinte a trinta vezes mais a quantidade de testosterona que o organismo de um adulto do sexo feminino, tendo assim um papel determinante na diferenciação dos sexos na espécie humana.



Perguntar não ofende: já fazem exame anti-doping de hormônios masculinos e femininos em atletas de futebol?

(Foto: www.worldofmolecules.com)

Where's Wally?


A expectativa criada pela diretoria do Coritiba, junto ao seu torcedor, com a contratação de mais um zagueiro para o elenco - que sentiu a perda da dupla titular na temporada 2007, que tinha Henrique e Jeci - ainda continua.

No último dia 11, Homero Halila falava à imprensa sobre o acerto com um atleta para a posição que seria anunciado até dia 14, uma segunda-feira. Desde então, o anúncio oficial não ocorreu.

Depois disto, a imprensa falou num possível acerto com Evaldo, ex-Santos e Grêmio, atleta em disponibilidade no time paulista. A imprensa de Santos citou a possibilidade de transferência - sem custos para o Verdão - mas o acerto não foi confirmado oficialmente pelos diretores do Coxa. E até o dia 26, nada de zagueiro contratado no Alto da Glória.

A pergunta que fica é: onde está o zagueiro do Coritiba? Quem prometeu que se explique pra torcida.

(Foto: http://whereswaldo.com/)

Na bronca!


O jornalista Thiago de Araújo assina matérias destacando a rodada de negociações envolvendo o Coritiba, o meio-campista Marlos e o procurador do atleta Marcos Romero, que é o irmão do jogador.

O contrato de Marlos finda em maio do próximo ano e os dirigentes querem renovar por mais tempo - dois anos é o que diz a reportagem - e se o acordo não ocorrer, o jogador pode até ser afastado do time.

“Essa possibilidade (de afastamento) não está descartada, esperamos uma compensação porque ele foi contratado, e se uma das partes não cumpre com suas obrigações, a outra busca os seus direitos. O Coritiba não é um ‘clubezinho’ qualquer para viver dessas incertezas”, explicou o presidente Jair Cirino, que destacou também que Paulo Jamelli e Homero Halila continuam buscando a negociação da renovação contratual com Marlos.

Segundo o procurador do atleta, o interesse é acertar a renovação contratual, mas algumas pendências de contratos antigos - à gestão de Jair Cirino - precisariam ser resolvidas. “Nós já estamos conversando sobre a renovação, e eu garanto que existe o interesse do Marlos em permanecer no Coritiba. Só falta chegarmos a um acordo ideal, bom tanto para o jogador quanto para o clube”, disse o procurador do meia. “Existem pendências de contratos anteriores e nós queremos resolvê-las. Não são de ordem financeira, são apenas algumas cláusulas atípicas que constam ainda”, explica.


Definições não divulgadas

O treinador Dorival Jr. falou à imprensa que acompanha a estada do Coritiba em Recife, onde logo mais, o Verdão enfrenta o Náutico, nos Estádios dos Aflitos, às 18h10, que já definiu o time que inicia a partida - DJ já comunicou aos atletas - mas que não divulga a escalação antes do início do jogo.

Com a não divulgação do time-base, o torcedor especula: afinal, quem é que inicia jogando na zaga coritibana? Nenê volta ao time? Tiago Bernardi? Felipe continua como titular?
São dúvidas que permanecerão até o início do jogo. Mas convenhamos, se Dorival optar por um sistema tático com três zagueiros, sendo dois deles canhotos - Felipe e Nenê - estará inovando.

Resta aguardar e torcer pelo acerto do treinador na montagem do elenco alviverde. Não acredito que Nenê inicie a partida como titular, ao lado de Felipe. Seria temerário dois canhotos em tão próximo espaço de campo.

E será que Bernardi entra nesta zaga? Apesar do gol feito na partida contra o Goiás, o zagueiro foi mal - assim como boa parte do time -, e isto pode pesar contrária à escalação. Mas mesmo assim, Dorival Jr. pode optar pelo sistema tático com três zagueiros, já que o Cori atua fora de casa.

E se sobrar pro Felipe? Maurício, Bernardi (que dizem já ter atuado na função de líbero, quando jogava no futebol da Suiça) e Nenê. Será?

(Foto: Bensik Imeri)