domingo, 13 de julho de 2008

As promessas de Cirino e Tico

Propostas de Jair Cirino para o biênio 2008/2009:

FUTEBOL NACIONAL

Jair Cirino (chapa Coritiba com Respeito e Dignidade) - Um clube do tamanho do Coritiba tem obrigação de lutar para conquistar todos os campeonatos que disputar. E durante a nossa gestão, a conquista de títulos será uma obsessão. Temos a obrigação de conquistar os campeonatos estaduais de 2008 e 2009, recuperando a hegemonia estadual.

No âmbito nacional, já em 2008 vamos tentar conquistar o título da Copa do Brasil, competição que foi relegada a segundo plano durante os últimos anos. Para o campeonato brasileiro, as dificuldades históricas encontradas por uma equipe que retorna da Série B nos obrigam a montar um time forte e competitivo. Porém, não vamos nos contentar em garantir nossa permanência na 1ª divisão. Nosso objetivo será lutar por uma vaga na Libertadores da América.

Em 2009, ano do nosso centenário, vamos lutar pelo título de todos os campeonatos que participarmos, seja no Campeonato Paranaense, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e na Sul-Americana ou Libertadores, dependendo de qual competição vamos participar.

DIRETOR DE FUTEBOL

Jair Cirino (chapa Coritiba com Respeito e Dignidade) - Não existirá tolerância para rendimento abaixo do esperado. Jogador que virá jogar no Coritiba passará por uma grande sabatina para entender como é importante jogar em nosso clube. Com isso, a taxa de acerto razoável acredito que deverá ser em torno de 90%.



TRABALHO DA DIRETORIA

Jair Cirino (chapa Coritiba com Respeito e Dignidade) - Dentro do Conselho Administrativo (Diretoria), conforme prevê o nosso Estatuto, ninguém será remunerado.

Os diretores eleitos pelo clube tem que ter amor, dedicação e doar grande parte de seu tempo em prol deste grandioso clube que é o Coritiba. Já o Projeto Vencer, que é o primeiro planejamento estratégico feito para clube com projeção a longo prazo (2020), prevê em uma de suas etapas a implantação da filosofia 5 D’s, que são cinco diretorias executivas profissionais remuneradas, contratadas a preços razoáveis de mercado, das seguintes áreas: Diretoria de Futebol Profissional, Diretoria de Futebol Amador (inédita), Diretoria Administrativa, Diretoria Financeira (inédita) e Diretoria de Marketing.



TÉCNICO

Jair Cirino (chapa Coritiba com Respeito e Dignidade) - Agora estamos em contato com alguns técnicos com esse mesmo perfil: jovem, trabalhador, estudioso tático, ambicioso, doutrinador, que pretenda fazer um trabalho a longo prazo e que tenha obsessão por conquistar títulos. O Coritiba é um clube campeão. Precisamos de um treinador que tenha ambições do mesmo tamanho das nossas necessidades.


MONTAGEM DO ELENCO


Jair Cirino (chapa Coritiba com Respeito e Dignidade) - Vamos manter a espinha dorsal do time campeão da Série B. Jogadores como Pedro Ken, Henrique, Keirrison, Henrique Dias, Edson Bastos, Douglas Silva, Jeci e Gustavo serão mantidos. Porém, entendemos que novos titulares precisam ser contratados. Precisamos de no mínimo cinco atletas que cheguem prontos para jogar.

Temos uma lista de reforços com alguns jogadores que se destacaram no Campeonato Brasileiro e que tem capacidade para atuar no Coritiba. Imediatamente após vencermos a eleição, iniciaremos a contratação de reforços.

Tradicionalmente, o Coritiba cria seus craques em casa, por isso vamos apostar na valorização dos atletas oriundos das nossas categorias de base. Jogadores como Dirceu, Renatinho, Ruy, Willian, entre outros, serão incorporados ao grupo principal já para as disputas do Campeonato Paranaense.

É importante ressaltar que todos os atletas que serão contratados deverão ter condições de serem titulares da equipe. Não vamos mais perder tempo e dinheiro com jogadores desconhecidos que chegam ao clube indicados por empresários ou através de DVD´s. É difícil falarmos em porcentagem.

Por outro lado, em se tratando dos 24 jogadores que estavam à disposição do elenco nesta reta final de Brasileiro, acreditamos em aproveitamento de metade do elenco.



PERFIL DO ELENCO

Jair Cirino (chapa Coritiba com Respeito e Dignidade) - Como já citado, o Projeto Vencer tem um capítulo específico a respeito do futebol profissional e outro exclusivo sobre a implementação do conceito vencer, onde será implantado, em todos os segmentos do clube - desde o porteiro até o centroavante - o espírito da vitória. Tradicionalmente, o Coritiba possui times guerreiros, determinados e vibrantes. Esse perfil deverá ser mantido.

Para conseguir isso, vamos ampliar os investimentos na formação de jogadores, pois os atletas oriundos das categorias de base são identificados com o Coxa e entendem a responsabilidade que é vestir a camisa alviverde. Com jogadores contratados, vamos atuar de três formas.

Somente atletas com bom perfil profissional e pessoal serão contratados, pois todos sabem que caráter não se compra. Daremos prioridade para jogadores realmente interessados em jogar no Coritiba. De nada adianta trazer um atleta que deseja utilizar o clube apenas como vitrine. O jogador deverá ter a pretensão de fazer história no clube.

Como contrataremos apenas jogadores com condições de serem titulares da equipe, vamos começar a fazer contratos com maior duração. Os atletas assinarão contratos de no mínimo dois anos de duração. Desta forma, seu vínculo profissional com o Coritiba será mais sólido - e seu desempenho tende a ser superior.

Por fim, vamos implantar o CONCEITO VENCER no futebol do clube. Todos os profissionais envolvidos no departamento de futebol deverão estar comprometidos com o sucesso do Coritiba. Implantaremos uma infra-estrutura que garanta o alto desempenho físico e técnico dos atletas e a adoção de uma filosofia de atuação baseada no futebol de raça e ofensivo,com foco em vitórias, que garantam o alcance de títulos e transformem o Coritiba numa referência mundial como instituição desportiva de ponta.


BASE

Jair Cirino (chapa Coritiba com Respeito e Dignidade) - A estratégia de investir na formação de atletas de alto desempenho apresenta-se como um dos principais meios para se formar times de alto desempenho e para a sustentabilidade financeira para os clubes de futebol.

O Coritiba, historicamente, sempre revelou grandes nomes para o futebol brasileiro e mundial. Porém, sabe-se que existem enormes dificuldades na manutenção das atividades das categorias de base. Implantaremos o CEFA – Centro de Excelência na Formação de Atletas, que visa potencializar esta qualidade e ao mesmo tempo enfrentar as dificuldades existentes.

Por meio de uma estrutura de ponta, uma rede de parcerias e profissionais para a identificação de talentos, além de uma abordagem multidisciplinar para a formação de atletas de maneira integral (como atleta, profissional e ser humano), o CEFA assume papel fundamental na consolidação do Coritiba como clube de ponta no cenário internacional.

O orçamento destinado às categorias de base, projetado pela gestão 2005/2006 para o próximo ano, é de menos de 10% do orçamento do clube. Isto é um erro primário determinado por pessoas que não pensam no clube a longo prazo. Não podemos esquecer de que o que nos sustentou durante o período de rebaixamento, foi a venda de jogadores, e justamente nesta área a atual gestão investe menos de 10%. Que tal? Na nossa gestão, o orçamento irá aumentar em 50% já no primeiro ano e no seguinte irá dobrar, com a ajuda da iniciativa privada.

Elenco se reapresenta segunda-feira à tarde

O site oficial do Cori noticiou que o elenco que atuou diante do Goiás, sábado à noite, em Goiânia, seguiu viagem para a capital do Paraná neste domingo, dia de folga para os jogadores.

Na segunda-feira, 14, às 16h, os atletas se reapresentam no CT Bayard Osna para um trabalho regenerativo.

Na terça-feira, os jogadores treinam em dois períodos, pela manhã no CT e a tarde no Couto Pereira.

Na quarta o elenco volta a trabalhar em dois períodos e já fica em concentração para o jogo de quinta-feira à noite contra o Flamengo.

Maurício deve jogar; Tamandaré é dúvida

Um boletim publicado no site oficial do Coritiba atualizou notícias sobre a situação clínica de Maurício e Marcos Tamandaré, que deixaram o campo de jogo contra o Goiás sentindo dores. O zagueiro sofreu câimbras devido ao esforço físicos e o lateral-direito sentiu fortes dores na coxa.

Segundo a matéria, o caso que aparenta ser menos grave é o de Maurício, que deve ser liberado para enfrentar o Flamengo. Já o camisa 2 do Cori terá que passar por uma série de exames para então os médicos do Clube darem um parecer sobre sua situação.