quinta-feira, 10 de julho de 2008

Gustavo pode ser o novo zagueiro

Desde a saída do zagueiro Jéci, que se transferiu para o Palmeiras, vários nomes estão aparecendo como possíveis reforços para o Coritiba. A bola da vez é o zagueiro Gustavo, que já teve passagens pelo futebol paranaense e por clubes de São Paulo.

Segundo informações, o atleta poderia acertar com o Cori, nos próximos dias, já que existem interesses dos dois lados. É o que confirma o agente de Gustavo: “Houve uma sondagem. Alguém ligado a diretoria do Coritiba, que não posso revelar o nome, me ligou perguntando sobre o Gustavo, sobre a condição dele. Estamos conversando”, revela. Até o momento, a diretoria alviverde não se manifestou sobre o assunto.

O jogador está em Curitiba e vem mantendo sua forma física no CT do Umbará, do time da Baixada.

Adiando o inevitável: Carlinhos está vetado

Em matéria publicada no dia 8, o site oficial do Verdão noticiava que mesmo contundido na panturrilha, Carlinhos Paraíba estava relacionado para o jogo contra a Portuguesa. "Mesmo vetado, o meia Carlinhos Paraíba está entre os nomes. O objetivo do Departamento Médico é dar um ambiente favorável para sua recuperação, já que sua volta é esperada para o jogo do final de semana, contra o Goiás", destacava a matéria.

Pois bem, dois dias depois, novamente o site oficial do Coritiba trata do assunto: Carlinhos está vetado para o jogo contra o Goiás. "Paraíba não apresentou uma evolução maior e com a seqüência de jogos muito próximos ainda desfalca o Coxa na próxima rodada", dizia a matéria.

Nada mais natural que o atleta esteja vetado para o jogo. Não treinou uma única vez numa semana de dois jogos. E, seria surpreendente se Goiânia tivesse melhor condição para tratar o atleta do que o CT Bayard Osna.

A matéria do dia 8 ficou com ares de 'acalma a galera', antes de um jogo que tinha ares de que poderia ser complicado, devido à pressão que a torcida tinha feito após a má jornada contra o Internacional, na rodada anterior.

De concreto é que Carlinhos não joga contra o Goiás. A medida parece ser a mais acertada possível. Demorou, não adiantou quase nada adiar o inevitável, mas o mais prudente foi acertadamente feito: o jogador não viaja e continua seu tratamento junto aos profissionais do Departamento de Futebol do Coritiba.

Conceitos sobre o 3-5-2

"Nunca fui fã de 3-5-2. Nas equipes que comandei, sempre procurei usar um volante fazendo essa função, para dar uma saída de bola mais qualificada. Sempre trabalhei com 4-4-2. Vamos analisar os atletas e ter uma postura mais agressiva, quem sabe". A frase é de Dorival Jr. à imprensa, na coletiva após a goleada de 4x0 sobre a Portuguesa de Desportos ao falar sobre o posicionamento do time.

Pra mim, o conceito de 3-5-2 não é ter três zagueiros, e sim, três jogadores - não necessariamente zagueiros de origem - atuando no espaço da defesa.

Se um destes três jogadores é volante de origem, pouco importa se ele atua naquele espaço do campo, ao lado dos dois zagueiros de origem.

Aliás, se não minha memória não me trai, era justamente este o argumento que o Dorival Jr. usou pra alegar que o Rubens Cardoso seria meio-campista e não lateral-esquerdo, certo? DJ argumentava que o posicionamento e o desempenho do atleta naquela seção do campo era o que contava para ele, e não se era um atleta de origem ou improvisado na função.

Coxa vai no 3-5-2

Édson Bastos; Maurício, Rodrigo Mancha e Felipe; Marcos Tamandaré, Leandro Donizete, Rubens Cardoso, Marlos e Ricardinho; Hugo e Keirrison. Este é o time que o técnico Dorival Jr. deve levar a campo para o jogo de sábado, contra o Goiás, em Goiânia. A informação foi prestada pelo repórter Kako Mazanek, da Rádio Transamérica.

A previsão é de que o treinador coritibano volte ao modelo tático com três defensores, como iniciou o jogo contra a Lusa, na quarta-feira, trocando Bernardi e Guaru por Maurício e Ricardinho, os dois titulares do time de Dorival.

Na meia, Michael voltou a jogar bem

Na partida contra a Portuguesa de Desportos, Michael entrou no time do Coritiba durante o intervalo, quando Dorival Jr. sacou o zagueiro Tiago Bernardi do time.

A mexida deu certo e na posição de meia-avançado - Michael vinha jogando como atacante -, o jogador do Cori voltou a mostrar um bom rendimento em campo, sendo responsável pela assistência que levou ao terceiro gol do Verdão.

Na quinta-feira, Michael falou ao repórter Kako Mazanek (Rádio Transamérica) que, apesar de atender às ordens táticas de Dorival, prefere jogar no meio de campo, tendo dois atacantes para fazer a parede para ele poder tabelar, como ocorreu no jogo contra Lusa.

Império estará em Goiânia


A Império Alviverde está programando uma excursão para a cidade de Goiânia, onde o Coritiba enfrenta o Goiás no sábado, 12. à noite, a partir das 18h20.

O objetivo da torcida é cruzar o país para acompanhar o Clube de coração neste importante jogo no qual o Verdão precisa dos três importantíssimos pontos.

A excursão não conta com auxílios financeiros de terceiros e terá um custo unitário de R$ 100 para sócios da organizada (com mensalidades em dia), R$ 110 (sócios da Império em atraso) e R$ 120 para não sócios da organizada. Os valores já incluem o ingresso para a partida.

A viagem ocorre no dia 11, sexta-feira, às 19h, com previsão de chegada em Goiânia no sábado às 14h. O retorno acontece no sábado, por volta de 23h50, para chegada em Curitiba no domingo às 19h.

A torcida Força Jovem, do Goiás, organizará um churrasco de confraternização para os integrantes que viajarem à Goiânia, fortalecendo cada vez mais a amizade entre as duas organizadas.