segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Verdão adotará numeração fixa nas camisas

Por Rogério Scarione

No próximo domingo, 14, na partida contra o Vitória, em Salvador, o Coritiba passará a ter numeração fixa, com o nome dos jogadores escritos nas costas das camisas. Essa novidade deveria ter iniciado no jogo contra o Botafogo, mas por problemas do fornecedor, não foi possível.

Tal medida, que já é utilizada por Palmeiras, São Paulo, Corinthians e Flamengo, será adotada para que haja uma identificação dos jogadores com clube e também para que tenha um aumento na vendas de camisas oficiais.

“Em 2003, o Barcelona contratou o Ronaldinho Gaúcho e a venda da camisa dele era maior do que todo o resto do time junto. Com os craques da casa, queremos incentivar as vendas com a fixação dos números”, declarou Osvaldo Dietrich, do marketing do Coritiba, ao jornalista Robson De Lazzari.


A partir de janeiro do próximo ano a numeração será obrigatória no Brasil, outro motivo pelo qual o Cori está adotando essa medida.

Couto na Copa 2014?

Em recente depoimento - jornal de apoio a uma candidatura a vereador, distribuído no sábado, antes do jogo Coritiba x Botafogo -, o presidente Jair Cirino falou sobre a situação envolvendo a Copa do Mundo em Curitiba.

Sobre o assunto, Cirino disse: "compramos juntos (a briga pela Copa do Mundo 2014 em Curitiba) que e vamos levar adiante para termos a Copa em nosso estádio", disse.

Segundo o jornal, a indicação dos estádios que deverão sediar a Copa do Mundo 2014 deverá acontecer em maio de 2009, pela Fifa.

Então, presumo que para o presidente Jair Cirino apoiar a iniciativa da Copa do Mundo em Curitiba, o Clube já tenha um projeto sobre a reforma/modernização do Couto e/ou construção de um novo estádio, já que o Couto, infelizmente, não tem condição técnica para sediar um evento do porte de uma Copa do Mundo. Aliás, nem a Baixada tem.

Então, se a definição do estádio ocorrerá em seis meses, fico na expectativa: quem é (são) os parceiros do Coritiba para este novo estádio? Quando o protocolo de intenções será discutido com as lideranças do Clube - Conselho Deliberativo e sócios?

O relógio corre. Agora, resta apresentar o projeto para o público, presidente. Afinal, não iremos ganhar o direito de hospedar uma Copa do Mundo, já que até agora, o estádio pré-indicado pelo Paraná foi o meio-estádio da Baixada, só com a nossa boa vontade. Um evento de bilhões de dólares é tratado de forma profissional pela Fifa. Vontade da torcida não faltará, mas sem um protocolo de intenções firmado com um parceiro de alto poder financeiro, toda esta discussão não levará a lugar algum.

Este projeto eu quero ver. Lógico, em se tratando de assunto patrimonial, o tema terá que obrigatoriamente passar pela discussão do Conselho Deliberativo - e porque não, uma Assembléia de sócios?

Apoiar a Copa do Mundo em Curitiba, sem ter um projeto sério para o Couto Pereira, é apoiar a Baixada. Gostem ou não gostem, é isto.

A quantas anda no novo CT para a Base?

No último dia 03 de junho - isto mesmo, há três meses! - ocorreu uma reunião do Conselho Deliberativo do Coritiba.

Na oportunidade, o presidente Jair Cirino afirmou aos senhores conselheiros que a diretoria encaminharia em até 30 dias a partir daquela data uma adequação ao plano de sócios torcedores Eternamente Coxa, com a qual haveria uma nova categoria de sócios com direito a voto, como prevê o estatuto do Clube. “Nós vamos encaminhar a regulamentação de um novo plano de sócios para os que querem direito a voto. Em 30 dias a proposta será apresentada”, disse dois dias depois o presidente do Coxa, em entrevista ao jornalista Eduardo Luiz Klisiewicz.

Na mesma entrevista ao jornalista, o mandatário Coxa-Branca falou sobre um área comprada pelo Clube na qual se projetava fazer um novo CT exclusivo às categorias de Base do Alviverde. Segundo a matéria, esta nova área teria 20 mil metros quadrados e estaria localizada na cidade de Campina Grande do Sul, na região Metropolitana de Curitiba.

“Agora temos a área, vamos escalar os craques da arquitetura para elaborar os projetos do CT. Teremos cerca de seis campos oficiais e num futuro bem próximo construiremos o alojamento para os jogadores das categorias de base”,
explicou o dirigente, que comentou que alguns atletas da base residem em alojamentos existentes no Estádio Couto Pereira (na curva de fundos).

Para a reportagem, o presidente Cirino optou por não citar valores da compra do imóvel, mas disse que “Não foi galinha morta do mercado, mas foi bem pechinchado”, contou.

Então, passados mais de três meses, pergunto: há quantas anda a construção do novo CT do Coritiba?

Pergunto por imaginar que, já que o Clube não dispõe de alojamentos fora do Estádio Couto Pereira - suponho, um lugar não adequado para o padrão "Academia do Coritiba", o projeto que prevê a formação de atletas nas categorias de base. Pergunto também por ver a mobilização que está sendo feita na Base, conforme destacado na edição nº 8 do jornal Concentração, veículo oficial do Cori.

Segundo matéria do jornal, o coordenador das categorias, André Mazzuco - profissional contratado para ser o diretor das categorias de base do Verdão, cumprindo uma promessa de campanha de Cirino e Tico de profissionalizar a gestão - teria viajado para a Argentina, França, Alemanha, Turquia e Portugal. Nestas viagens, o profissional coritibano encontrou-se com dirigentes de times locais (Boca Jrs., Saint Ettiene e Souchax, Herta Berlin, Fernerbahçe e Acadêmica de Coimbra - com objetivo de "promover o Coritiba e buscar parcerias para o desenvolvimento dos atleas, que logo poderão participar de torneios internacionais".

Suponho que, com esta visão de dar bagagem internacional para os atletas da base, os dirigentes do Coritiba já tenham adequado a estrutura que o Clube dispõe para alojar seus atletas. Então, pergunto, sem ofender: afinal, qual a situação das obras no novo CT do Coritiba?

É evidente que se o Clube não dispunha até 2008 de um alojamento adequado para seus atletas, falhas diretivas aconteceram, seja nas gestões de GG, de Neves, de Prosdócio, de Malucelli, de Araújo, de quem quer que seja. Mas agora, a caneta está nas mãos de Jair Cirino e Tico Fontoura. Então, com a palavra, os atuais mandatários do Clube.

(Foto: Bensik Imeri)

Enquanto isto, no Alto da Glória...

O Botafogo anunciou esta semana, em seu site oficial, que o novo estatuto do clube carioca poderia ser aprovado entre os dias 10 ou 15 deste mês.

A notícia relacionada às mudanças do estatuto botafoguense - dias atrás quem mudou seu estatuto foram os corinthianos -, bem como o que está previsto nesta proposta de revisão estatutária, está disponível no endereço eletrônico abaixo:

http://www.botafogonocoracao.com.br/BfrInterna.asp?idn=2993&idarea=

Segundo a matéria, "a assembléia, que funciona como um plebiscito, no qual o sócio vota a favor ou contra a aprovação do estatuto"...

Em recente matéria do jornal "Concentração" - veículo oficial do Clube, o profissional contratado pelo Verdão para coordenar o projeto Vencer, Flávio Kitzig, afirmou que todos os 12 projetos principais do Vencer estavam em andamento. Entre um dos doze, a reforma estatutária.

Pergunto: como está a reforma estatutária do Coritiba Foot Ball Club? Qual é a previsão para ela ser apresentada aos sócios, para discussão e deliberação?

Só espero que seja antes de 31 de dezembro de 2009, pois quero votar pra presidente do Coritiba ano que vem.

Futebol europeu assediou Mancha

A edição número 8 do jornal Concentração - veículo oficial do Clube - traz uma declaração do Diretor de Relações Institucionais do Coxa, Ricardo Gomyde, sobre o assédio sofrido pelo jogador Rodrigo Mancha pelo futebol europeu.

Segundo a nota, "... o Coritiba se fortaleceu. Manteve seus jogadores que estavam sendo assediados por clubes europeus, como Keirrison, Carlinhos Paraíba, Marlos e Rodrigo Mancha".

Sobre o tema, o diretor de futebol do Verdão, Homero Halila, em entrevista exclusiva ao site COXAnautas - ocorrida no início da tarde do dia 29 de agosto -, afirmara que o Clube não recebera proposta pelo jogador. "O Coritiba não foi procurado, não recebemos nenhuma proposta pelo jogador. Estamos num processo de renovação de contrato, apresentamos uma proposta para renovação e estamos negociando. O contrato dele tem um ano ainda e a gente não recebeu nenhuma proposta por ele", disse homem forte do futebol do Alto da Glória, que concluiu "Os representantes dele (Rodrigo Mancha) não nos passaram nada a esse respeito", garantiu Halila aos COXAnautas.

Fico em dúvida: o assédio ocorreu após às 14h40 do dia 29 - quando da entrevista com Halila - até o fim do dia 31 de agosto, quando se encerrou o calendário de transferências para o futebol europeu?