terça-feira, 11 de novembro de 2008

Limites

Limites

O time do Coritiba teve outro péssimo rendimento contra um time que luta apenas para não cair. Foi assim contra o time da (Re) Baixada, contra o Ipatinga e contra o Náutico. O time de Recife fez bem o que queria: levar um ponto de Curitiba. Jogou na defesa e se saiu bem nisto, mesmo com um futebol de baixo nível.

Já pelo lado coritibano, faltou qualidade individual para decidir favoravelmente uma partida contra um time que está na Zona do Rebaixamento. Além da confusão tática que o time mostra - sem saídas de bola em velocidade, sem jogadas ensaiadas, sem triangulações ofensivas, sem avanços pelos lados do campo -, o Coritiba não mostrou vibração para vencer. O time parecia acomodado com a situação - a sua limitação.

Para quem quer ir longe, em 2009 - títulos nacionais ou internacionais -, o Verdão precisará de pelo menos três reforços de altíssimo nível para iniciar os trabalhos da próxima temporada. Com o elenco que tem, infelizmente, não vejo possibilidade de o Cori ir longe dentro de campo, no ano do seu centenário.

Coritiba, a torcida que nunca abandona.


(Foto: Daniel Wildman)

Nenhum comentário: