quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Hora de gente grande entrar no jogo

É hora de gente grande 'entrar em campo' para evitar mais confusões entre jogador, treinador e gerente de futebol. É uma situação complicada, difícil para o Cori. Por isto, é necessário de agir o mais rápido possível.

De uma matéria assinada pelo jornalista Róbson De Lazzari:

“Até os mais experientes se abalariam. O jogador ficou desnorteado em virtude de uma negociação. É um problema sério e tomara que não se repita. Agora, será que só o Keirrison é o culpado? Como será que tudo foi conduzido?” Dorival Jr.

“Acham que a responsabilidade de marcar gol é só minha. Por que a cobrança só em cima do Keirrison? Temos mais dez em campo e sete no banco. Todos têm de assumir sua responsabilidade, especialmente o treinador”. Keirrison.


Agravando mais a situação, Keirrison fala sobre a atuação de diretores quando o assunto é o desempenho dele no Cori:

“Já estou cansado de ouvir gente de dentro do clube falando de mim. Antes de ficar ouvindo diretor, vou procurar só seguir trabalhando”.


Dias atrás, foi Jamelli que falou à imprensa, quando afirmou que iria “pôr o dedo na ferida” para diagnosticar a queda de rendimento do time coritibano na competição.

Chegou a hora de gente grande entrar e resolver estas pendengas. Ainda restam quatro jogos e o Coxa precisa vencer e terminar em alta o ano. É necessário ter gente forte pra encarar esta situação. E reverter o quadro, que parece ser bastante complicado entre os relacionamentos dos profissionais envolvidos.

(Foto: Mauro Martins)

Nenhum comentário: