segunda-feira, 13 de outubro de 2008

De frente com o perigo

De frente com o perigo

O Coritiba desafia o perigoso Goiás, precisando repetir a ótima atuação do segundo tempo contra o Inter e aprender com os erros das más apresentações contra o time da Baixada (logo logo, REbaixada) e Portuguesa de Desportos. É um confronto direto pelo último oxigênio que restam àqueles times que estão procurando uma vaga no G4.

O Coxa enfrentará um adversário veloz na saída de bola pelos alas e pelos volantes e que tem um meio campo e um ataque com alguns bons e experientes jogadores. É um time que requer cuidados defensivos, mas o Verdão precisa ganhar e por isto terá que arriscar mais no ataque.

Dorival está certo em dizer que o Coxa, para um time que veio da Série B e que, muitos - inclusive eu - diziam que lutaria para não cair, está fazendo uma boa campanha no BRA 2008. É verdade. O campeonato é de um baixo nível técnico surpreendente e o Cori aproveitou isto. Só que se quer ir à Libertadores, como foi prometido pelos dirigentes, é preciso mais do que tem sido feito até aqui.

Coritiba, a torcida que nunca abandona

(Foto: Mauro Martins)

Nenhum comentário: