segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Verdão adotará numeração fixa nas camisas

Por Rogério Scarione

No próximo domingo, 14, na partida contra o Vitória, em Salvador, o Coritiba passará a ter numeração fixa, com o nome dos jogadores escritos nas costas das camisas. Essa novidade deveria ter iniciado no jogo contra o Botafogo, mas por problemas do fornecedor, não foi possível.

Tal medida, que já é utilizada por Palmeiras, São Paulo, Corinthians e Flamengo, será adotada para que haja uma identificação dos jogadores com clube e também para que tenha um aumento na vendas de camisas oficiais.

“Em 2003, o Barcelona contratou o Ronaldinho Gaúcho e a venda da camisa dele era maior do que todo o resto do time junto. Com os craques da casa, queremos incentivar as vendas com a fixação dos números”, declarou Osvaldo Dietrich, do marketing do Coritiba, ao jornalista Robson De Lazzari.


A partir de janeiro do próximo ano a numeração será obrigatória no Brasil, outro motivo pelo qual o Cori está adotando essa medida.

5 comentários:

Anônimo disse...

Legal essa de numeraçao FIXA mas cade os REFORÇOS?
Será que só a camisa faz Cabeça de Bagre Jogar?

Albano

Fernando Jaremicki disse...

Fantástico, pena que só foram pensar isso agora. Detalhes como esse mesmo que pequeno podem alavancar vendas, identificar qual jogador é a galinha dos ovos de ouro, entender empíricamente o mercado que denominamos de torcida, quando medido as vendas de determinado produto. Imaginem se isso fosse feito na vinda do Ariel?

Será que tinham vendido algumas camisas?

Boa iniciativa, mesmo que tardia!

Anônimo disse...

Fernado
Depois que vi o Ariel jogar acho que voce está certo pois se for vender agora acho que vai ser aquele "MICO"

Albano

Fernando Jaremicki disse...

Albano,

Acho que vc esta sendo muito pessimista, o cara não jogou nem 45 minutos.
E quando jogou o esquema estava errado , não tinha ninguém para fazer o último passe ou um cruzamento que prestasse.
Na minha opinião o DJ errou na substituição, não deveria ter tirado o JH e sim o Leandro Donizete, adiantando o Paraíba e o Mancha, saindo do 3-6-1 e passando para o 4-4-2.
Sendo que a bola chegaria com maior qualidade tanto para o K9 tanto para o Ariel.
Se for para pensar desta forma o K9 tbm seria um mico, porque nem chegou a tocar no porco contra o Botafogo e quando o fez recuou para o goleiro!

Sejamos sensatos, não dá para julgar um jogador com 39 minutos de jogo mal jogados com esquema torto e jogadores perdidos.

Anônimo disse...

Fernando
Concordo em partes,entao vejamos.
Qual a informaçao que temos do GRINGO?
Olha eu pesquisei um monte na internet e nao encontrei nada dele a nao ser que foi contratado pelo Coritiba.
Realmente ainda é cedo pra avaliar mas pelo que mostrou até agora pelo visto é mais um Cabeça de Bagre que veio pro clube.
Espero estar enganado e que ele me cale metendo BUCHA nos adversarios mas até agora nao vi nada que justifique a grana que enfiaram pra trazer ele.

No mais um abraço

Albano