terça-feira, 2 de setembro de 2008

Clima de decisão

Clima de decisão

O Coritiba arrancou um bom resultado em Minas Gerais, no empate em 1x1 contra o Cruzeiro. O time mineiro pouco jogou, aproveitou um lance no início da partida e saiu em vantagem. No primeiro tempo, o Cori pouco jogou ofensivamente. Já no tempo final, Dorival mexeu no posicionamento do time e o Verdão melhorou ofensivamente, apesar de pecar na conclusão. Depois de Vanderlei salvar o Coxa, defendendo um pênalti, aos 44, o Coritiba arrancou o empate, com um gol chorado de Thiago Silvy. Faltou capacidade técnica para concluir com sucesso a gol, assim como um vacilo defensivo. E, nos momentos decisivos, é a diferença fatal. E Ariel não jogou. Sei lá quando irá jogar...

No oitavo lugar da competição, o Alviverde precisa vencer o Botafogo em casa, sábado à tarde, no Alto da Glória. É um confronto direto pelo G4 - e até aqui, o Coritiba não venceu nestes confrontos - e o Verdão precisa vencer. Pra vencer, precisa jogar pra vencer, buscando o gol durante todo o jogo.

O time carioca vem subindo na competição - apesar de um empate em casa, contra o Náutico -, conta com um treinador que tem alcançado um bom trabalho no Rio de Janeiro e que conhece o futebol Coxa-Branca, pois perdeu um título regional esta temporada para o Coritiba, quando treinava o time da Baixada.

Agora, é vencer ou vencer. Sem desculpas. Jogando bem ou mal, é vencer ou vencer.

Coritiba, a torcida que nunca abandona.

Nenhum comentário: