quinta-feira, 24 de julho de 2008

Torcer por torcer, só pelo Coritiba!


Torcer por torcer, pelo simples prazer de torcer, só pelo Coritiba.

Não torço pelos dirigentes por eles serem gente boa, serem esforçados ou por serem abnegados que nada ganham em prol da causa Coxa. Poderiam e deveriam se profissionalizar para trazer melhores resultados. Nada mais justo. Mas não é por que não são profissionais que merecem passar incólumes às críticas.


O fato é: foram eleitos por serem candidatos. Ao serem candidatos, aceitam naturalmente o ônus e o bônus do cargo. É assim a regra, simples.

Não se trata de criticar o que foi feito de certo. E sim, de criticar o que não foi feito ou o que foi feito de errado. Quero o melhor para o meu time, não para a imagem dos dirigentes, independentes de quem eles sejam.

Ao criticar os erros dos gestores do Clube, não critico a instituição. Esta, o Coritiba, é inabalável, não tem erros, é perfeita. Já as gestões são imperfeitas, característica humana.

A grande sacada é o dirigente saber conviver com as críticas e fazer delas um ponto de partida para a melhoria.

Este tipo de análise vale para qualquer dirigente do Coritiba.

Agora, os eleitos são os do grupo de Jair Cirino e Tico Fontoura. Nada mais justo que eles sejam os avaliados. Elogiados quando merecerem, criticados quando merecerem.

Não é porque critico que torço contra. Pelo contrário. Ao se criticar o que está errado não se desvaloriza tudo o que está certo. E, também, não está prejudicando a imagem da instituição. Separar o Coritiba dos atos de seus dirigentes é algo elementar.

Este discurso de amadorismo pela causa vai na contra-mão do conceito proposto pelos eleitos, quando de suas propostas de campanha: vamos profissionalizar o Clube. Pois bem, ótimo, podem começar.

Só não usem o argumento (velado ou não) de que são amadores para isentar seus erros. Não funciona. Pior, em nada mudará a situação do Verdão.

Torcer por torcer, só pelo Coritiba! Não sou porta-voz de diretor, não sou relações públicas, não sou ativista político de grupo político algum neste Coritiba. Sou é torcedor de coração do Coritiba.

3 comentários:

Eucledson disse...

Parabéns Luiz.

Como sempre equilibrado, como todos deveriam TENTAR ser, se procuram o melhor para o Coritiba.

O que está certo se elogia, o que está errado se critica, mas sempre com um só objetivo, ajudar o Coritiba em todos os aspectos possíveis.

Sds

Anônimo disse...

Luiz e amigos da torcida que nunnca abandona.

As veze eu fico pensando o que passa na cabeça dos dirigentes do Coritiba,não digos os atuais nem os do passado e sim coloco todos no mesmo plano.
Vem ano passa ano e o papo é o mesmo,podem pesquisar noticias mais antigas,vamos montar um time forte ou vamos levantar a Copa do Brasil,muito bem já se pássou quase 20 anos dessa competiçao e ja vimos o Criciuma,Santo Andre,Juventude,Sport,Paulista isso só citando os de menor poder de midia já levantaram o caneco,pergunto o que eles tem que nós não temos?

Mas deixando isso de lado vejo também desde 2005 o papo da queda para a segundona foi uma especie de catastrofe em nossas vidas aonde concordo mas não posso deixar passar batido quando em 89 não entramos em campo para jogar com o Santos em Juiz de Fora quanto nos custou,alguem tem ideia?Já imaginou que naquela epoca a segundona era muito pior que a atual,sem TV,sem apelo,somente clubes de quinta categoria e mesmo assim agonizamos 6 anos nessa Madita serie B chegando ao ponto de cair para a TERCEIRA DIVISAO em 1990 levando a sorte de na epoca ser extinta por falta de clubes para disputar.

Muito bem alguem pode perguntar o que isso tem haver com os dias atuais,simples meus amigos os dias atuais só muda os digitos dos anos pois a historia é a mesma ou alguem fica seguro olhando pro nosso time e tem a certeza que nao corremos risco?
È um olho no time outro na tabela de jogos e tabua de classificaçao....desculpem o tamanho da mensagem mas o COXA só será grande quando os dirigentes tiverem a dimensao da potencia do Coritiba.

Albano

Anônimo disse...

Albano. Graaaandde Albano! Onde assino?

Um abraço!

Diego SJP