sexta-feira, 25 de julho de 2008

Mais sobre os sócios


Voltando ao tema dos sócios do Coritiba - foram exatos 6.933 sócios que acompanharam a partida contra o Ipatinga -, um assunto interessante para se debater é o aspecto financeiro das campanhas "Sou sócio, sou Coxa" e "Eternamente Coxa".

Gosto da natureza indagadora. Isto não é criticar o que está certo, como se fosse um jogo de interesses pessoais ou de um grupo. Se trata de saber se o que está acontecendo é ou não o melhor para o Coritiba Foot Ball Club. É diferente.
Não critico por criticar - sei que não é o que dizem os bajuladores de dirigentes, independente da diretoria que seja bajulada -, como se ao fazer isto estivesse desmerecendo o que foi feito de bom. Critico o que acho estar errado esperando que assim o Verdão evolua.

Então, vamos lá.

Recentemente o amigo David Meira, em sua coluna no site COXAnautas abordou o tema: "o novo plano de fidelização, que em pouco mais de 3 meses, igualou a arrecadação do antigo plano de sócios do ano passado".

Algumas considerações merecem uma análise mais profunda, mesmo sem saber, afinal, qual é o número de sócios em dia com o Clube.

Primeiro, o aspecto temporal. A campanha de sócios de 2007 teve duração de seis meses. A atual, de três. O Coxa encerrou o ano com menos de 5.300 sócios (e proprietários de cadeira) com as mensalidades/anuidades em dia.

A meta de equiparação entre arrecadações dos dois planos merece uma análise mais profunda. Afinal, deste total arrecadado, quanto ficou para o Coritiba como receita, já que o plano "Eternamente Coxa" tem até 38% de suas receitas com as mensalidades ficando a cargo do parceiro do Clube. Ano passado, isto não acontecia, era tudo operado pelo próprio Coxa, que arcava com o risco e os custos operacionais.

É necessário saber também se o Cori investiu em publicidade (criação, produção e divulgação) com o novo plano e quanto o antigo plano investiu. Afinal, se os custos aumentaram (uma hipótese, claro, pois os dirigentes não prestam este tipo de informação aos associados), só saber a arrecadação não basta. É necessário comparar os lucros obtidos pelos dois planos.

Falando em custos, é necessário avaliar se o custo operacional e administrativo do novo plano é mais algo ou mais baixo que o antigo plano. Se mais pessoas foram contratadas para gerencia-lo e qual o impacto disto na folha do Clube. Isto também conta na análise de custos vs. benefícios.

Outro fator relevante é o do apelo. Na Série A, o apelo aumenta, naturalmente. O Coxa é um Clube de futebol. Na Série A, as marcas dos adversários são mais fortes, de maior apelo. Os jogos chamam mais a atenção. Então, é justo lembrar que se tem mais apelo de jogar contra o Flamengo do que contra um time da Série B do ano passado.

Estar na Série A naturalmente elevou os custos do Clube. Assim como elevou a possibilidade de lucro, já que as receitas são mais altas. É uma roda-vida.

Outro ponto interessante é o apelo do novo sócio junto ao público feminino. A quantas anda a adesão das mulheres?

Para saber se o atual plano de sócios é melhor do que o antigo, ou que o antigo é melhor que o atual, muito mais do que a arrecadação é necessário ser analisada. A avaliação de uma gestão profissional - parto da premissa, já que foi promessa dos eleitos e com base nisto faço as análises -, mais argumentos precisam ser expostos para que a profundidade da avaliação seja suficiente para soltarmos fogos - ou vaias - ao plano de sócios.


De concreto, temos o rival - o time da Baixada - na nossa frente em se tratando de sócios em dia indo aos jogos. Isto me incomoda. E por isto, chegou a hora de avaliarmos o plano de sócios do Alviverde do Alto da Glória.

2 comentários:

GiGiO disse...

Além da mulher não ter vantagens com o plano de FIDELIZAÇÃO assim como não tem mais meio ingresso ou seja, pra elas só piorou.

Quem já era SÓCIO não pode mais mudar de setor do estádio pois o plano antigo está suspenso, para mudar de setor precisa mudar para esse plano de fidelização.

Se a cada ano ou cada gestão de diretoria ficarem mudando a forma e os nomes isso nunca dará certo!

Eu gostava do plano antigo, axo que poderiam ter melhorado aquele plano mas nunca suspender e criar um outro onde as vantagens são como "migalhas aos pobres"...

Eu sou SÓCIO, quero ter o direito de participar da vida do clube e não vejo nada de mal em quem só pretende ver os jogos como oq acontece com esse plano mas privar os torcedores de serem sócios eu axo errado.

Pra mim esse plano não passa de um "carnê" que pagando vc tem direito a ir aos jogos e ganhar uma camisetinha e mais algumas coisinhas legais... mas que não querem dizer muito.

Anônimo disse...

Pena q eles esqueceram dos socios sou socio sou coxa n tem promoçao nada, e está no termo de adesão...