sábado, 26 de julho de 2008

Keirrison marca no final e Coxa dá um bico no tabu


O Coritiba - enfim! - venceu fora de seus domínios, ao fazer 2x1 no Náutico, no Estádio dos Aflitos, com gols de Guaru (aos 41 do primeiro tempo) e Keirrison, no fim da partida, aos 41 do segundo tempo. A partida foi considerada de baixo nível técnico, com o mau estado do gramado prejudicando o toque de bola de ambos os times. Com o placar, o Cori subiu bastante na classificação, ocupando agora a 7ª posição na tabela. No próximo dia 31, o Verdão encara o Grêmio de Porto Alegre, em jogo para 30 mil coritibanos apoiarem o time do coração.

O Coritiba iniciou o jogo com uma formação diferente no sistema defensivo, com dois atletas canhotos em campo - Felipe e Nenê. No meio de campo, outra surpresa: Guaru ganhou a titularidade, ao lado de Alê, que atuou como primeiro volante. João Henrique e Carlinhos Paraíba fecharam o meio de campo.

No primeiro tempo, movimentação ofensiva do lado alviverde na base do contra-ataque - o Coxa tinha apenas Hugo no ataque -, com o time nordestino atacando especialmente nos lances de bola parada.

O Timbu mostrou perigo por volta dos trinta minutos de jogo, quando acertou um chute na trave, levando perigo ao gol defendido por Édson Bastos.

O Verdão só apareceu no ataque aos 40 minutos de jogo, com Hugo, que perdeu uma boa oportunidade para marcar o primeiro gol da partida. Um minuto depois, Hugo fez a assistência para Guaru acertar um bonito chute de média distância, fazendo 1x0.


Com a vantagem no placar, DJ manteve o esquema tático para o segundo tempo. Já o time de Recife mudou, com a entrada do meio-campista Geraldo (ex-Coritiba) no lugar de Onildo, um dos zagueiros .

A mexida deu certo e o Náutico mostrou mais força ofensiva, segurando o Verdão no campo de defesa, tanto que aos 6, o time local fez o gol de empate, chutando forte.

O Timbu continuava ditando o ritmo do jogo, estando mais presente no setor ofensivo. O Coxa marcava forte para evitar os avanços do Náutico.

Vendo a melhoria do adversário, Dorival Jr. mexeu no Cori, colocando Rubens Cardoso no lugar de Ricardinho.

O time de Recife teve uma boa oportunidade para marcar, num cruzamento que chegou na medida para o atacante finalizar a gol, mas a bola subiu muito.

Aos 32 e aos 34 do tempo final, DJ mexeu novamente no Verdão, trocando Guaru por Henrique Dias e João Henrique por Keirrison. E foi esta dupla de atacantes quem decidiu o jogo, quebrou o tabu do Coxa nunca ter vencido o Náutico em Recife. Aos 41, HD avança em velocidade e cruza na medida para K9 fuzilar para o gol, fazendo 2x1 e decretando a vitória Coxa-Branca fora de seus domínios.

Depois do apito final, os atletas coritibanos foram saudar os torcedores que seguiram viagem até a capital de Pernambuco e os coritibanos que residem em Pernambuco que comemoravam a vitória do Coxa nas arquibancadas do estádio.

3 comentários:

Leonardo disse...

Agora pare de reclamar um pouco. Esqueça o passado, esqueça tanto rancor, va ajudar o Coritiba. To feliz pela vitória espero q vc tbm esteja!

Leonardo disse...

Bela análise Luiz, agora vamos torcer pra esse time deslanchar!

Abraço,
Leo Lovo

Anônimo disse...

Bom dia Luiz
Otimo texto sobre nossa vitoria mas por outro lado surpreso com um comentario que vejo ja de cara sobre rancor e ajuda.
Olha nao quero ser advogado de defesa de ninguem e muito menos pucha saco.
Tenho 43 anos de vida e já vi de tudo envolvendo nosso COXA,não me empolgo muito na vitoria e nem me desepero na derrota.
Não podemos parecer time pequeno pois mesmo ganhando ontem temos que reparar que a nossa campanha fora de casa ainda está devendo e muito,disputamos 24 pontos e ganhamos 6 isso em numeros quer dizer de 8 paridas fora ganhamos duas e perdemos 6.
Mas isso não vem ao caso importante é que estamos numa colocaçao boa no campeonato,espero que nao seja ilusoria,principalmente por vencer um time que esta em queda livre no campeonato basta ver seus ultimos resulados.

Luiz,quero deixar o meu apoio a voce pois só de existir esses espaço democratico voce já está ajudando e muito o clube pois não é com tapinhas nas costas seremos alguma coisa nesse campeonato,acerou palmas errou cacete,nao tem papo.

Inventaram um termos conhecido como Abutres,pergunto é melhor ser realista ou ILUDIDO?

Se abutre é ser realista e nao se empolgar com jogos isolados sou um deles pois as vitorias fazem parte mas o que manda é o resultado final e até agora nao consigo ver o COXA na ponta,espero estar errado e os COBRAS certos !!

Cobras X Abutres voce apostaria em quem?


Albano