sexta-feira, 18 de julho de 2008

As últimas do Galo

O Atlético, o de Minas, é claro, está se preparando para o confronto com o Coritiba, domingo, em Belo Horizonte. Precisando da vitória - o Galo está numa incômoda 16ª colocação, um ponto a frente do Goiás, que está na Zona de Rebaixamento.

Após o jogo contra o Inter - derrota por 1x0 -, o experiente Marques falou sobre o momento do time mineiro: “O time tem batalhado, lutado e o gol não tem acontecido. A gente tem que ter tranqüilidade nesse momento. Domingo já tem outro jogo e temos que fazer dele o jogo da nossa virada. Passamos por quatro jogos muito difíceis onde o Atlético até se portou bem, resultados que, de repente, não dizem o que foram os jogos. É ter a cabeça no lugar, levantar a cabeça e procurar a reabilitação no próximo jogo em casa”, comenta.

Demonstrando confiança no time do Galo, Marques reforça a necessidade de vitória sobre o Coritiba na partida deste domingo. “Acredito na equipe. Acredito, acima de tudo, que, no domingo, temos que fazer dessa partida o jogo da nossa reabilitação. Temos que buscar forças e estar com a motivação lá em cima para conseguir vencer de novo. É o que a gente vai buscar intensamente para somar três pontos e respirar um pouco na competição”, disse o atacante.

Marques concluiu ressaltando que os jogadores precisam ter personalidade para que o Galo consiga reagir no Brasileirão. “Cabe a nós mudar essa história e espero que seja no domingo. A cobrança vai ser muito forte e a gente tem que encarar essa dificuldade, com o time bastante unido. Temos que mostrar que realmente a gente quer dar a volta por cima e vamos batalhar muito para isso já no domingo”, concluiu.

O treinador Gallo também falou após a derrota para o colorado gaúcho. “No primeiro tempo, o Internacional esteve melhor tecnicamente, principalmente nos primeiros 15 minutos. Depois, igualamos o jogo. Foi um jogo muito truncado, de briga no meio-campo. O Inter acabou fazendo o gol em um vacilo nosso num cruzamento, é um time que tem essa bola alta muito boa”, comentou o treinador do Atlético Mineiro.

“Tentamos jogar o máximo possível o time para frente, mas, infelizmente, não conseguimos fazer o gol. Tivemos um bom volume de jogo no segundo tempo, mas uma quantidade ainda grande de erros de passe. Isso complicou bastante para a gente. Valeu pelo volume do segundo tempo”, completou Gallo.

O comandante técnico do time alvinegro ressaltou a necessidade de vencer. Para ele, só jogar bem não basta num campeonato por pontos corridos. “O campeonato vive de três pontos. Fizemos boas partidas contra Palmeiras e Flamengo, mas não adianta nada. A competição de pontos corridos não perdoa e temos é que vencer. Não adianta só ter volume, tem que empurrar a bola para dentro. Esse volume precisa se transformar em gol e não estamos conseguindo”, disse Alexandre Gallo.


AGENDA

Depois da derrota por 1x0 para o Internacional, no Beira-Rio, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, o elenco atleticano treinará em Porto Alegre às 14h30 desta sexta-feira (18), antes do retorno para Belo Horizonte, que acontecerá às 19h20. A atividade será realizada no campo anexo ao Estádio Olímpico. A chegada à capital mineira está prevista para 23h10.

No sábado, 19, as atividades serão às 10h, encerrando a preparação para o jogo contra o Coritiba, domingo, 20, no Mineirão, pela 13ª rodada.

Nenhum comentário: